terça-feira, 16 de novembro de 2010

Museu Dona Emilia

Ainda em Salete - SC visitamos o Museu Dona Emilia, criado e mantido por Bruno e Dilma Tamanini. Este museu reúne peças antigas colhidas com moradores das cidades próximas de Taió. Os itens que compõe o museu vão desde peças indígenas até eletronicos antigos. Muitos itens são da família Tamanini, uma das primeiras que desbravou o alto vale do itajaí.
Seu Bruno Tamanini é uma pessoa muito extrovertida e falante, e gosta muito de contar as histórias sobre cada item do museu e como era usado.


O museu fica num rancho rústico ao lado da casa do Bruno.


Fotos antigas, armas usadas pelos caçadores e pela comunidade, cédulas antigas e documentos da família Tamanini.


São centenas de itens que podem ser apreciados. Muitos deles são doações de moradores, mas alguns itens foram comprados pelo Bruno.


Eletrônicos antigos utilizados pelas bandas de Taió-Salete. Incluem as primeiras máquinas fotográficas que foram adquiridas na cidade, máquinas de escrever, calcular, relógios-ponto, televisões, rádios, utensílios domésticos, louças, máquinas de lavar, engenhos antigos.



Fotos antigas que contam a história da família Tamanini e da cidade de Salete e da comunidade de São Luiz, na qual está o museu e moram o Bruno e Dilma Tamanini.


A simpatia de Bruno Tamanini sentado na cadeira que desenvolveu e construiu. Ela tem um descansa-pés embutido, bem como um prático dispositivo que acondiciona sua garrafa de pinga pura, facilitando o trabalho de servi-la. Ele nada cobra para visitar o museu, bastando apenas agendar a visita antecipadamente por telefone.

Um comentário:

Professora Cleide disse...

Olá Charles, tudo bem? Me chamo Cleide Tamanini, sou filha do Bruno, dono do museu. Agora o Museu Dona Emília possui um site (www.museudonaemilia.blogspot.com.br) para que possas ver... No teu bonito relato de visita, alguns dados então incorretos, e gostaríamos que se possível, você os modificasse. Por exemplo, Bruno E Dilma, não Bruno e Emília, pois Emília é o nome da minha avó, mãe do Bruno. QUalquer coisa, entre em contato comigo. (cleidepopa@gmail.com)
Obrigada! Abraço na família!