Fotos do edifício mais alto de Blumenau

Aproveitando o belo dia de sol desta quinta-feira (18/11), realizei um sonho antigo : subir ao heliporto do edifício mais alto de Blumenau, o Petite Maison, na Vila Nova.
Agradeço desde já ao Sr. Jorge (zelador) e Sr. Fabiano (síndico) por permitirem o acesso ao edifício para que as fotos fossem batidas.
Ventava bastante durante as fotos. Havia momentos que era difícil conseguir ficar parado, o que conferiu uma emoção a mais a 76 metros de altura. 
O edifício tem 21 andares (mais 2 subterrâneos para garagens) e mais heliporto e foi entregue no final de 1991, início de 1992, durante o boom da construção civil em Blumenau. A incorporadora Pajost foi embora deixando uma obra inacabada em Blumenau (o atual edifício Premier, na rua 7 de setembro). Confira as fotos (clique para ampliar) :

A tela que aparece abaixo das imagens é a tela de proteção do heliporto. Nem me arrisquei a chegar muito perto, pois ventava muito.


 No meio da imagem, edifício Ilha de Bali e a subida da rua Theodoro Holtrup.


 Nesta foto aparecem o morro do Baú e morro do cachorro juntos.

À esquerda da foto, em contrução o edifício Villa Fiore da WZ e o MonteVide Eu da CR7. À direita da imagem em construção o edifício Renauld de Vallon da CR7. Ao meio a rua Almirante Barroso.

À esquerda da imagem a construção do edifício Angra dos Reis, da Torresani.


Edifícios Key West, Classic Tower e Heidorn.


Parte da Vila Germânica, Velha e Vila Nova, com o colégio Victor Hering ao centro.



Novo prédio em construção na subida da rua Joinville. Não consegui informações sobre este lançamento.


Close da construção do edifício Angra dos Reis e os edifícios do Porto das Dunas.


Condomínio Arboris. Mais à esquerda vê-se os prédios da Torresani e Frechal sendo construídos no alto da Agua Verde.

Bem ao longe, a omino hering e bairro da Velha.

 Vila Nova, Velha e Vila Germânica.


Um comentário:

Mauricio Neves disse...

Olá. Na verdade, foi entregue no final de 1991. Fui o primeiro morador, alugando um apartamento no décimo andar. Fiz a mudança um mês antes do coquetel de inauguração, que foi no final de março de 1992. Abraço. Mauricio