sexta-feira, 30 de agosto de 2013

IBGE projeta quase 330 mil habitantes para Blumenau

Cidade cresce 6,42%, menor índice entre os vizinhos. Indaial expande 10,29%
O IBGE divulgou uma nova projeção da população brasileira tendo como base o Censo de 2010.
De acordo com os dados, em julho de 2013, Blumenau passou a contar com uma população de 329.082 pessoas, o que representa 19.868 novos habitantes.
A média é de 6,6 mil novos habitantes por ano, ou em torno de 550 novos moradores mês.
Proporcionalmente, Blumenau é a cidade como menor crescimento entre os vizinhos.
A cidade teve uma variação de 6,42% no período.
A cidade com maior crescimento proporcional foi Indaial, com 10,29%, seguida por Pomerode (8,05%), Gaspar (8,04%) e Timbó (7,93%).
Maiores cidades
O crescimento médio das dez maiores cidades catarinenses foi de 6,59%.
Na lista das dez maiores, Blumenau ocupa a quinta posição em crescimento proporcional, ficando na mesma faixa que Joinville e São José.
A cidade com maior crescimento entre elas foi Jaraguá do Sul, com 9,29%.
Já Lages teve o menor crescimento proporcional, com apenas 1,41%.

Fonte : Noticenter

Blumenau teve menor expansão entre as cidades vizinhas
Blumenau é a quinta em crescimento entre as 10 cidades mais populosas
Haja chucrute e marreco para tanta gente nova !

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Brandili muda sede administrativa para Blumenau


Mais de 100 colaboradores da Brandili, empresa especialista em moda infantil, foram transferidos neste mês para a nova sede administrativa, localizada em Blumenau. Essa mudança permite à empresa estar mais próxima de seus clientes, fornecedores, aeroportos e centros de educação e formação, que ampliam as oportunidades da organização de atrair novos talentos, fundamentais para o seu crescimento.
Foram alocadas no prédio as áreas de Controladoria, Comercial, Marketing, Varejo, Criação, Sourcing, bem como o Financeiro, Jurídico, parte do Desenvolvimento Humano e o departamento de Tecnologia da Informação. Futuramente, o setor de Engenharia também integrará a unidade.

A matriz da Brandili, em Apiúna, agora concentrada nas atividades industriais e logísticas, continua em ritmo intenso de modernização. O refeitório, o ambulatório, o departamento de Desenvolvimento Humano e Organizacional e o Centro de Distribuição serão totalmente renovados. Além disso, outros setores produtivos logo terão suas estruturas aprimoradas.
A ampliação dos negócios possibilita à Brandili gerar mais empregos diretos. Hoje a empresa possui uma média de 100 vagas abertas somente no seu parque fabril em Apiúna.

Plano diretor
Com um crescimento constante de 10% a 12% ao ano, nesta nova fase, consolidando importantes investimentos em seu arranjo fabril, logístico e nos sistemas de informação, a Brandili pretende crescer num ritmo de 15% ao ano nos próximos cinco anos.
A empresa possui cerca de 2 mil colaboradores diretos na matriz e nas unidades. São 40 facções de confecção, que, somadas às operações, totalizam mais de 1,6 mil de costura. Na área industrial, houve um aumento de aproximadamente 40% na geração de empregos nos últimos cinco anos.
Além da matriz em Apiúna, do Centro Administrativo em Blumenau e da filial em Otacílio Costa, a empresa tem uma unidade internacional, aberta neste ano no Paraguai, onde atuam 140 colaboradores.

Fonte : Noticenter

Instalada no novíssimo Lanzarini Office Park construído pela Librelatto Empreendimentos, a empresa Brandili está agora em local estratégico na via expressa em Blumenau.


Foto: Facebook Librelatto

Foto: Facebook Librelatto

Inscrições abertas para Missão Empresarial à Itália 2013



Bologna - Itália
Os interessados em participar da Missão Empresarial à Itália 2013 já podem começar a se planejar, pois as inscrições estão abertas. A viagem organizada pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) em parceria com o Sindicato da Indústria da Construção de Blumenau (Sinduscon) será entre os dias 16 e 25 de outubro para Bologna. Durante o encontro, o grupo de empresários poderá visitar a Feira SAIE – Innovation Building Exhibition, além de conhecer empresas e entidades do setor. 
Essa será a 49ª edição da SAIE, uma das mais importantes feiras do setor de construção civil do mundo. No último ano o evento contou com 832 expositores de mais de 15 países e recebeu cerca de 80 mil visitantes. Para se inscrever na Missão Empresarial à Itália basta acessar o site www.fiescnet.com.br/missoes e seguir as orientações. Mais informações podem ser obtidas nos telefones (47) 3339-9000 e (48) 3231-4663, ou pelo email cin@fiescnet.com.br

Fonte : Sinduscon BNU

Speranzini entrega Edifício Holanda

A Speranzini Engenharia entregou no dia 28/08/2013 o Edifício Holanda, na rua Johann Doebeli, bairro Água Verde (próximo ao Colégio Alberto Stein), com apartamentos de 2 dormitórios com suíte.


Parabéns aos proprietários !

Speranzini entrega Residencial Missner

A Speranzini Engenharia entregou no dia 27/08/2013 o Residencial Missner, na rua São Paulo, próximo do Campus II da Furb, com apartamentos de 1 e 2 dormitórios.



Parabéns aos proprietários !

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Estudo indica que 68% dos brasileiros não protegem smartphones de maneira adequada

A empresa McAfee publicou um interessante estudo que indica que 63% dos usuários de dispositivos móveis brasileiros armazenam arquivos de grande importância em seus dispositivos sem possibilidade de recuperação, 81% admitiram não proteger seus tablets com soluções de segurança abrangentes, 68% dos usuários também não asseguram seus smartphones e 33% não implementaram soluções de segurança adequadas em seus notebooks.
O infográfico abaixo mostra mais detalhes da pesquisa que pode ser considerada como um alerta para muitos usuários, que devem começar a se preocupar um pouco mais com a segurança dos smartphones, que atualmente carregam boa parte das informações mais importantes da nossa vida pessoal e profissional.


Fonte

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Fotos das obras do Marechal Tower Residence e Edifício Sevilla

Algumas belas fotos tiradas em 02/08/2013 das obras do Marechal Tower Residence da Cetor e Edifício Sevilla da Speranzini, ambas na rua Marechal Deodoro, na região da Vila Germânica em Blumenau.
Crédito das fotos por Marcelo Detzel.


Marechal Tower Residence, 22 andares e 73,85 metros de altura
Obra do Edifício Sevilla, com 21 andares e aprox. 70 metros de altura.

Obra do Edifício Sevilla, com 21 andares e aprox. 70 metros de altura.

Marechal Tower Residence, 22 andares e 73,85 metros de altura

Marechal Tower Residence, 22 andares e 73,85 metros de altura

Aqui as duas obras juntas na foto
Instalação da caixa da água do Marechal Tower
A região da Velha começa a ganhar boa densidade de construções. Em breve um lançamento residencial de 25 andares próximo do Marechal Tower. Tomara que a obra do prolongamento da rua Humberto de Campos inicie logo, pois o trânsito já é muito complicado para quem deseja ir em direção ao bairro da Velha/Água Verde.

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Presskit do Edifício Smart

Tive o prazer de receber da Vasselai Incorporações o presskit do Edifício Smart, a ser construído no bairro Victor Konder.
O presskit é composto de um pôster informativo sobre o empreendimento e um lindo vaso de porcelana, embalados em uma criativa embalagem de papel kraft, todos personalizados e de muito bom gosto.



O mais legal é que você pode ver na seção do vídeos do site da Vasselai como o vaso de porcelana foi feito com exclusividade pela Holaria. O vídeo está abaixo :


Vasselai x Holaria | Presskit Smart from Vasselai Incorporações on Vimeo.

Parabéns e obrigado à equipe da Vasselai pelo belo presskit !
Veja mais detalhes do empreendimento em http://www.vasselai.com.br/smart/

Salão do Imóvel começa na terça-feira em Florianópolis e expectativa é movimentar R$ 80 milhões em quatro dias

Em 2012 foram 37 mil visitantes. Foto Susi Padilha
Quem deseja comprar, decorar, mobiliar, construir ou administrar um imóvel pode encontrar tudo isso em um só lugar: no CentroSul, em Florianópolis. A partir de terça-feira começa o 20° Salão do Imóvel e Construfair-SC, evento que engloba também a Expo Condomínio (feira com soluções para síndicos, zeladores e administradores) e Expo Decor Móveis (voltado para a decoração e móveis). O Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) da Grande Florianópolis espera que o evento, que segue até o próximo domingo, movimente cerca de R$ 80 milhões em negócios e receba até 40 mil visitantes.
Com a presença de construtoras, imobiliárias, incorporadoras, empresas de móveis, decoração, financiadoras, espera-se atrair os mais diversos públicos de todas as classes sociais. O visitante encontrará ainda opções de imóveis dentro do Programa Minha Casa Minha Vida e também de alto padrão.

Fique por dentro:
Quando: de 20 a 25 de agosto
Onde: CentroSul - Avenida Gustavo Richard, 850, Centro de Florianópolis 
Quanto: entrada e estacionamento gratuitos para quem realizar cadastro no site do evento 

Horário: de terça a sexta-feira, das 15h às 22h; sábado e domingo, das 10h às 20h  
Site: www.construfairsc.com.br

Fonte: O Sol Diário

Construtora lança prédio residencial mais alto da Grande Florianópolis, com 25 pavimentos e 82 metros de altura


Palhoça terá o prédio mais alto da Grande Florianópolis. Com 25 andares e 82 metros de altura, o Dolce Vitta Residence será lançado no 20º Salão do Imóvel, que acontece até domingo, no CentroSul, em Florianópolis. Previsto para ficar pronto em 2018, o prédio da AM Construções terá 190 apartamentos divididos em duas torres, no Centro.
O diretor comercial da AM, Douglas Hillesheim, diz que Palhoça caminha rumo à verticalização. Conforme ele, um dos motivos para o fenômeno é que houve uma mudança na legislação que permite a construção de prédios mais altos - em um primeiro momento, a prefeitura aumentou o gabarito dos edifícios de oito para 12 andares e depois autorizou 25 andares. Além disso, a receptividade do público deve estimular outras obras desse tipo na cidade.
- Já temos 15 unidades vendidas e, mesmo sendo as mais caras, as unidades dos andares mais altos foram as primeiras a serem comercializadas - conta Hillesheim.
A altura faz parte do DNA da empresa. Há 23 anos, a AM construiu o primeiro edifício de 12 andares no Kobrasol, em São José, o Brasilar, na Avenida Central. Tamanho que parece insignificante se comparado aos gigantes atualmente construídos em Balneário Camboriú.
Segundo o secretário de Planejamento de Balneário Camboriú, Auri Pavoni, não existem limites em relação à altura dos prédios na cidade, apenas sobre o número de unidades. Como resultado, Balneário tem quatro representantes na lista dos 100 prédios mais altos da América Latina. E a participação irá aumentar em breve. Até 2015, a FG Empreendimentos deve concluir o Alameda Jardins, com 170 metros de altura e 45 andares. A construtora também deu início às obras do Infinity Coast, que terá 66 andares e 240 metros. Na Grande Florianópolis, as restrições em relação à altura variam bastante. Palhoça é a cidade que tem o maior limite: 25 andares.

Reportagem: Karine Wenzel
Fonte: O Sol Diário

Clientes de 120 países terão acesso aos imóveis de Balneário Camboriú

Sistema funciona como um banco de dados dos imóveis disponíveis no mercado. (Foto Marcos Porto)
Em poucos dias, os imóveis de Balneário Camboriú estarão sob os olhares de clientes de 120 países, em 19 idiomas. Um investidor japonês, por exemplo, poderá visualizar online informações sobre as propriedades da Maravilha do Atlântico em sua linguagem de origem e, inclusive, com o preço já convertido em iênes, moeda corrente no país oriental. 
A novidade que permitirá essa revolução é o Multiple Listing Service (MLS), consagrado no mundo e que chega à cidade por meio da Associação de Corretores de Imóveis de Balneário Camboriú (ACIBC). O lançamento será nesta semana, quando ocorre o Baile do Corretor. A Associação é a primeira no Brasil a entrar no sistema MLS Internacional.
— A partir de agora, os corretores associados à ACIBC deixarão de ser corretores locais para se tornarem corretores globais. Sem dúvidas, esse é um grande avanço para o setor, que resultará em um aquecimento da economia através dos investimentos em imóveis em Balneário Camboriú — afirma o presidente da ACIBC, Marlon Olsen.
Fazem parte do MLS Internacional associações de corretores de cidades que estão entre os principais destinos turísticos do mundo atualmente, como Miami, Paris, Barcelona e Dubai. A entidade de Miami, uma das maiores do mundo, com 26 mil filiados, já tem parceria formada com a ACIBC desde 2012, quando a presidente, Teresa Kinney, esteve em Balneário Camboriú.

Para o corretor de imóveis Paulo Piccoli, a chegada do MLS é um marco para a classe em Balneário Camboriú.
— A expectativa está grande. O sistema é muito bem organizado e amplo. Se um corretor for morar na Cidade do Cabo, na África do Sul, por exemplo, vai poder continuar atuando. Isto é fantástico — analisa. Para ele, este será mais um atrativo para investidores voltarem a atenção para a cidade que já é considerada por muitos a 'Miami brasileira'.
— Esse sistema é algo inédito para nós e, com certeza, vai trazer muitos benefícios para a região — diz.
O MLS estará disponível para os associados através do site da ACIBC. O lançamento do sistema ocorre no dia 24, durante o Baile dos Corretores, no Infinity Blue Resort e Spa.

Como funciona
- O Multiple Listing Service (Serviço de Listagem Múltipla, em tradução livre) é um banco de dados de imóveis disponíveis no mercado, compartilhado entre seus membros e controlado com total privacidade
- Cada imóvel colocado a venda por um corretor é listado no sistema e passa a estar visível para todos os corretores afiliados
- Online, os profissionais podem fazer parcerias comerciais entre si e, assim, negociar os imóveis com maior rapidez, aumentando a rede de clientes entre todos os associados
- Cada imóvel cadastrado tem documentação analisada e contém todas as especificações, como endereço, metragem, número de dormitórios, banheiros e formas de financiamento
- Também é possível acessar fotos e, dependendo do imóvel, passear pela propriedade em um tour virtual
- Cada informação presente no sistema é automaticamente traduzida para 19 idiomas
- Além de um hot site exclusivo para associados, existe um buscador online de todos os imóveis aberto ao público, onde é possível visualizar todas as propriedades e os corretores responsáveis.

Fonte: O Sol Diário

Planeta esgota hoje sua cota natural de recursos para 2013

Se a humanidade se comprometesse a consumir a cada ano só os recursos naturais que pudessem ser repostos pelo planeta no mesmo período, em 2013 teríamos de fechar a Terra para balanço hoje, 20 de agosto. Essa é a estimativa da Global Footprint Network, ONG de pesquisa que há dez anos calcula o "Dia da Sobrecarga".
Neste ano, o esgotamento ocorreu mais cedo do que em 2012 --22 de agosto--, e a piora tem sido persistente. "A cada ano, temos o Dia da Sobrecarga antecipado em dois ou três dias", diz Juan Carlos Morales, diretor regional da entidade na América Latina.
Para facilitar o entendimento da situação, a Global Footprint Network continua promovendo o uso do conceito de "pegada ambiental", uma medida objetiva do impacto do consumo humano sobre recursos naturais.
No Dia da Sobrecarga, porém, expressa-o de outra maneira: para sustentar o atual padrão médio de consumo da humanidade, a Terra precisaria ter 50% mais recursos.


Para fazer a conta, a ONG usa dados da ONU, da Agência Internacional de Energia, da OMC (Organização Mundial do Comércio) e busca detalhes em dados dos governos dos próprios países.
O número leva em conta o consumo global, a eficiência de produção de bens, o tamanho da população e a capacidade da natureza de prover recursos e biodegradar/reciclar resíduos. Isso é traduzido em unidades de "hectares globais", que representam tanto áreas cultiváveis quanto reservas de manancial e até recursos pesqueiros disponíveis em águas internacionais.
A emissão de gases de efeito estufa também entra na conta, e países ganham mais pontos por preservar florestas que retêm carbono.
Apesar de ter começado a calcular o Dia da Sobrecarga há uma década, a Global Footprint compila dados que remontam a 1961. Desde aquele ano, a sobrecarga ambiental dobrou no planeta, e a projeção atual é de que precisemos de duas Terras para sustentar a humanidade antes de 2050. A mensagem é que esse padrão de desenvolvimento não tem como se sustentar por muito tempo.
"O problema hoje não é só proteger o ambiente, mas também a economia pois os países têm ficado mais dependentes de importação, o que faz o preço das commodities disparar", diz Morales. "Isso ocorre porque os serviços ambientais [benefícios que tiramos dos ecossistemas] já não são suficientes".

BRASIL "CREDOR"
No panorama traçado pela Global Footprint Network, o Brasil aparece ainda como um "credor" ambiental, oferecendo ao mundo mais recursos naturais do que consome. Isso se deve em grande parte à Amazônia, que retém muito carbono nas árvores, e a uma grande oferta ainda de terras agricultáveis não desgastadas.
Mas, segundo a ONG WWF-Brasil, que faz o cálculo da pegada ambiental do país, nossa margem de manobra está diminuindo (veja quadro à dir.), e exibe grandes desigualdades regionais. "Na cidade de São Paulo, usamos mais de duas vezes e meia a área correspondente a tudo o que consumimos", diz Maria Cecília Wey de Brito, da WWF. O número é similar ao da China, um dos maiores "devedores" ambientais.

Fonte : Folha de São Paulo

sábado, 17 de agosto de 2013

Quantos m² tem o apartamento do futuro ?


O designer canadense Graham Hill ficou conhecido em 2009, quando lançou um concurso chamado Life Edited para reformar um apartamento de 39 metros quadrados em Nova York, onde fosse possível um casal morar, trabalhar e receber os amigos. Venceu o projeto acima, que inclui divisórias móveis e camas portáteis. “Quis mostrar que é possível viver bem com menos coisas em menos espaço”, diz Graham, cujo projeto foi chamado de “o apartamento do futuro” pelo jornal The New York Times. Graham tem uma consultoria que se dedica a levar o projeto a outras cidades. Ele vem a São Paulo este mês, onde vai criar um apartamento para uma construtora brasileira. 



Como é morar num apartamento de 39 metros quadrados?
Eu adoro. O meu fica num bairro bem localizado, o Soho, que tem tudo por perto. O design do espaço me permite fazer o que preciso. Tenho um bom lugar para trabalhar e uma mesa expansível que permite fazer jantares para 12 pessoas. Se sinto claustrofobia, saio andando pelas ruas. A cidade é a minha sala de estar.

Você é mais feliz hoje do que quando morava numa casa de 300 metros quadrados?
Sou porque hoje entendo melhor o que é importante para mim. Minha vida é mais simples agora. Em geral, buscamos uma casa grande com um monte de coisas dentro porque achamos que aquilo vai dar sustento às nossas vidas. Mas, no final, somos nós que sustentamos esses bens e o que vem com eles – as contas, a necessidade de limpeza, de manutenção etc. Isso toma muito tempo. Hoje vivo melhor e com menos.

Tem planos de levar os microapartamentos a outras cidades?
Sim. Temos parceiros em diversas cidades, como Nova York e San Francisco. Estamos prestes a trabalhar com uma empresa brasileira, especializada em microapartamentos, para trazer o projeto a São Paulo, na Vila Olímpia.



Fonte : Revista Trip



Nossas cidades já começam a incorporar esse padrão "tenha menos, viva mais" que muitos jovens tomam por padrão de vida. Preferem pequenos apartamentos tipo "studio", localizados em regiões centrais das cidades.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Edifício Fritz Müller Center - Garcia

A Speranzini Engenharia lança em Blumenau no início do bairro Garcia, na rua Berta Odebrecht (em frente ao CELP) o Edifício Fritz Müller Center, em torre com 18 andares, sendo 15 andares com 5 salas comerciais por andar.

O edifício
- 74 salas comerciais;
- 15 pavimentos com salas e 4 de garagem;
- 4 elevadores sociais e 1 para macas;
- Bicicletário;
- 137 vagas de garagem;
- Amplo estacionamento para visitantes;
- Portaria e porteiro eletrônico;
- Acesso para portadores de necessidades especiais;
- Espaço para ar-condicionado split;
- Saguão com pé direito duplo e com teto rebaixado em gesso;

Fachada em Structural Glazing e Brise Soleil para controle de incidência solar












Localização



Será o primeiro edifício comercial da Speranzini, em ótima localização comercial, próxima ao Hospital Santa Catarina e CELP. O design da torre é bom e será referência na região.
Todas as imagens aqui mostradas são de divulgação e são ilustrativas. Consulte o memorial descritivo para saber o que compõe o imóvel entregue. Maiores informações podem ser obtidas junto à Habitação Assessoria Imobiliária no telefone (47) 3322-8921.

Torresani entrega Residencial Porto Real

A Torresani Empreendimentos Imobiliários fez a entrega do Residencial Porto Real no bairro Victor Konder no dia 31/07/2013. Com apartamentos de 3 suítes o empreendimento se destaca no bairro pelo belo design de sua torre.


Parabéns aos proprietários !

A vinda da UFSC para Blumenau e o mercado imobiliário

Prédio do IBES/Sociesc no bairro Jardim Blumenau que pode receber provisoriamente a UFSC em Blumenau
A UFSC anunciou que vai finalmente instalar um campus em Blumenau para oferecer inicialmente 5 cursos e 2 licenciaturas, já em março de 2014.
Está em negociação avançada com o IBES-Sociesc para utilizar a estrutura daquela instituição como sede inicial e provisória na cidade. Essa estrutura fica no bairro Jardim Blumenau, ao lado do centro da cidade. É o bairro que em conjunto com a Ponta Aguda tem os imóveis mais caros e de mais alto padrão de Blumenau. Próximo desse campus provisório existem poucos imóveis com perfil universitário para locação. E é pouco provável que sejam construídos imóveis com esse perfil porque é um local provisório.
A intenção da UFSC será adquirir um terreno próprio e construir seu campus. Já foi mencionado que pretende se instalar na região norte da cidade na região da Itoupava Central.
Foi um balde de água fria para as intenções de federalização da FURB, onde se almejava a incorporação da estrutura, professores e servidores pelo Governo Federal e começar a oferecer graduações e especializações gratuitas dentro da FURB.

Campus I da FURB. A federalização fica distante.
Frustrou também quem via como investimento imóveis para locação na região do Campus I, II e III da Furb (Victor Konder, Vila Nova e Itoupava Seca), deixando potenciais compradores e construtoras em dúvida à investimentos naquela região.
Fica a pergunta de como vai se comportar o mercado imobiliário diante destes novos investimentos na área da educação. As perguntas que mais recebo por email e pessoalmente sobre estas mudanças são as seguintes :

1) Investi num apartamento perto da Furb e agora a federalização não vai ocorrer. Perdi dinheiro ?
De jeito algum. Mesmo com a vinda da UFSC, a Furb é referência em qualidade de ensino e continuará a ser. Ela vai ter de se ajustar à concorrência, revisando custos e alguns cursos, mas é referência regional e continuará atraindo muitos alunos e toda a infraestrutura que um campus universitário precisa.
Vale lembrar ainda que imóvel é um bom investimento, ainda mais em uma área próxima do centro como é o caso dos Campus I, II e III da Furb. 

2) A Itoupava Seca, Victor Konder e Vila Nova terão o perfil dos imóveis alterados porque a UFSC vai investir na Itoupava Central ?
Não acredito que vá mudar o perfil dos imóveis desses bairros. O Victor Konder e Vila Nova estão recebendo imóveis de maior padrão para famílias devido à proximidade com o centro da cidade, mas isso se dará junto com edifícios de melhor custo/benefício para investidores que pensam em revenda futura ou para locação. Não terá mais o boom que teria com uma federalização da Furb, mas imóveis com perfil para investidores continuarão a ser lançados nesses 3 bairros específicos. Vamos lembrar que o Centro de Inovação de Blumenau será construído junto ao campus II da Furb, na Itoupava Seca. Também não ocorrerá o boom no valor do aluguel cobrado nesta região, que ocorreria se a FURB fosse federalizada. Mesmo assim o valor do aluguel na região é alto se comparado a outras regiões da cidade.

3) Devo procurar logo um imóvel como investimento na Itoupava Central ?
Por enquanto não são muitas opções de imóveis para locação na Itoupava Central, mas em breve devem surgir muitas opções. Todas com o preço já considerando um futuro campus da UFSC. Mas a região tem muito potencial e terrenos para construção. Eu indico a compra de imóveis com perfil de locação (1 dormitório, no máximo 2) em edifícios com condomínio baixo na região da Gustavo Zimmermann e Franz Volles, que começam a aparecer em maior quantidade. Muitos são construídos por pequenos empreendedores, o que demanda muita pesquisa e cautela na hora de comprar na planta. Verifique sempre na Prefeitura e Registro de Imóveis se o imóvel está regularizado e a idoneidade do construtor junto ao Procon ou órgãos de defesa do consumidor.
Outro ponto a considerar é quanto tempo levará para que de fato a UFSC construa seu campus nessa área. Como depende de dinheiro público, boa prudência é necessária porque pode levar muitos anos. Fica o exemplo do campus que está sendo construído na região sul de Joinville, com as obras demorando muito mais do que o previsto e diversas paralisações.
Espero que em breve as construtoras tradicionais de Blumenau também tenham mais lançamentos na Itoupava Central, o que ajuda na confiança do mercado na região.

Campus II da Furb no bairro Itoupava Seca
Todavia a instalação desse campus da UFSC em Blumenau é positivo em todos os sentidos. Estimula a concorrência, melhorará alguns preços do ensino, cria mais de 100 novas oportunidades para docentes e reafirma Blumenau como pólo universitário regional.
A região norte sai beneficiada com esse investimento. Falta o poder público melhorar a péssima infraestrutura da Itoupava Central, que com a UFSC ganha mais um motivo para cobrar obras e melhorias.

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Quinta de Gomariz Residence - Jardim Blumenau

A Nova Trento Empreendimentos Imobiliários lança em Blumenau no bairro Jardim Blumenau na rua Nereu Ramos 1016 (esquina com a rua Lauro Müller), o Quinta de Gomariz Residence, em torre com 20 andares (2 subsolos) de altíssimo padrão com apartamentos de 3 suítes, sendo 1 apartamento por andar.




O empreendimento :
- 1 apto por andar;
- Localização privilegiada;
- Hall de entrada decorado;
- 2 pavimentos de garagem;
- 2 elevadores;
- 20 andares, sendo 2 subsolos;
- Portão e porteiro eletrônico;
- Gerador de eletricidade;
- Gás central;
- Medidores individuais de água e gás;
- Cisterna Pluvial para aproveitamento de água da chuva;
- Sensor de Presença nas garagens e hall de entrada;
- Salão de festas mobiliado com churrasqueira;
- Fitness;
- Playground;
- Piscina com deck molhado;
- 2 gazebos;
- Sala de jogos;
- Sauna.






Os apartamentos :
- 1 apartamento por andar;
- 03 suítes, sendo 01 suíte master;
- 03 vagas de garagem + depósito;
- 396m² de área total (aproximadamente);
- Lavabo;
- Hall social e de seviço independentes;
- Banheiro da suíte master diferenciado com espaços exclusivos para ele e para ela;
- Área íntima e social independentes;
- Ambientes sociais totalmente integrados;
- Cozinha com churrasqueira;
- Tubulação para água quente;
- Espera para ar condicionado tipo Split;
- Janelas dos dormitórios com persianas motorizadas;
- Dependência de empregada;
- Piso em granito nos banheiros, laminado nos quartos e porcelanato nos demais ambientes.



Localização :



Mais um belíssimo empreendimento com o padrão Nova Trento no bairro mais charmoso de Blumenau. Impressiona o projeto de sua fachada e a exclusividade dos apartamentos.
Todas as imagens aqui mostradas foram retiradas do site do empreendimento e são ilustrativas. Consulte o memorial descritivo para saber o que compõe o imóvel entregue. Maiores informações podem ser obtidas junto à central de vendas da construtora no telefone (47) 3035-5585.