segunda-feira, 11 de setembro de 2017

4º Salão do Imóvel de Blumenau


A partir desta sexta-feira, 15 de setembro, Blumenau receberá a quarta edição do Salão do Imóvel. O evento, que ocorre no shopping Neumarkt, apresenta novidades e ofertas exclusivas. 
O Salão do Imóvel é promovido pelo Sindicato da Indústria da Construção (Sinduscon). A proposta do evento é facilitar a pesquisa e a análise de opções para os compradores, reunindo em um só local as melhores opções do mercado.
Estarão disponíveis todas as novidades e ofertas exclusivas das principais construtoras da cidade.
O 4° Salão do Imóvel fica montado até o dia 30 de setembro, na praça central do shopping. A entrada é gratuita.

sábado, 2 de setembro de 2017

Blue Residence - Velha

A Vellwock Construtora e Incorporadora lança em Blumenau na rua Gustavo Budag, 127, bairro Velha, o Blue Residence em torre com 9 pavimentos e apartamentos de 2 dormitórios com suíte e cobertura.



O EDIFÍCIO
Serão 9 andares: 2 de amplas garagens, 6 com apenas 3 apartamentos por andar e no último uma exclusiva cobertura e salão de festas mobiliado.

LAZER

No BLUE você conta também com salão de festas, brinquedoteca, redario, pomar e bicicletário além de área externa para leitura.



O APARTAMENTO
O BLUE conta com o exclusivo acabamento Vellwock, sendo que todos os apartamentos terão gesso, preparação para split, aberturas em blindex, sacadas com churrasqueira, preparação p/ coifa com saída externa e acabamento em granito.




Localização :


Todas as imagens aqui mostradas foram retidadas do site da construtora e são ilustrativas. Consulte o memorial descritivo para saber o que compõe o imóvel entregue.
Maiores informações pelo telefone (47) 3326-0002 ou pelo site http://www.vellwock.com.br/empreendimentos/60:apartamento-blue-residence-em-blumenau.html

Blumenau 167 anos

Imagem da Música: "BLUMENAU - UM SÓ CORAÇÃO" - Luiz Vicentini
Segundo o IBGE, em 2017 somos 348.513 pessoas dividindo este espaço de terra chamado Blumenau. Parabéns à todos que fazem desta cidade um lugar melhor para viver. 

Abaixo o vídeo da música "Blumenau - Um só coração" de Luiz Vicentini e backing vocals de Nana Toledo. Uma bela homenagem do músico e compositor para sua cidade natal :



Algumas mensagens de empresas blumenauenses nas redes sociais :






























Imagem do vídeo "Blumenau - Um só coração" de Luiz Vicentini

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

#PontenoLugarCerto

Este blog se solidariza com o movimento #PontenoLugarCerto, iniciado pelo IAB (Instituto de Arquitetos do Brasil - subseção Bela Blumenau https://www.facebook.com/campanhabelablumenau/)



A Prefeitura Municipal de Blumenau lançou o edital de construção de uma ponte entre a rua Itajaí e a rua Paraguay, com a quarta alteração de projeto em quatro anos (a pior opção de todas) sem ao menos permitir que o cidadão possa acessar o projeto no seu site de transparência. 

Este último projeto mostra uma ponte de 2 pistas com design absurdamente arcaico no centro da cidade, uma típica ponte de BR, que vai colocar novos semáforos na rua Itajaí e piorar muito o trânsito na Ponta Aguda, Vorstadt e cascateando os congestionamentos para todo início do Garcia, rua 7 de setembro, rua das missões e rua 2 de setembro, que sentirão o impacto dessa decisão precipitada e teimosa por parte do poder público municipal. 



Esse projeto vai contra todo o planejamento realizado pelo Projeto Blumenau 2050 e vai destruir completamente a prainha e qualquer pretensão de criar um circuito de caminhadas pela nova margem esquerda. 

Essa nova ponte não tem EIV (Estudo de Impacto de Vizinhança), nem contagem de tráfego e a Prefeitura não sabe nem o que fazer com o trânsito que será jogado para o bairro Ponta Aguda. Terá uma pista no sentido rua Itajaí - Ponta Aguda para carros e ônibus, mas o sentido contrário será apenas para ônibus. (???)


Terá o custo de 37 milhões que será dinheiro jogado fora, criando mais problemas do que soluções. Será uma obra com o mesmo resultado do Elevado da Mafisa (um elefante branco que não trouxe solução e benefício algum).

Ainda temos tempo de reverter isso e cobrar que seja feita a ponte do projeto original aprovado pelo BID (com projeto nacional de arquitetura que custou muito caro aos cofres públicos) e teimosamente abandonado. A ponte entre a Rodolfo Freygang e a rua Chile parece muito mais lógica nesse momento.

Blumenau merece muitas pontes, mas que sejam planejadas e consensadas entre a população. Não enfiadas goela abaixo como plataforma política (sempre a política) e que fará Blumenau um lugar pior para viver. Abaixo o belo projeto da ponte estaiada ganhador do concurso nacional que elegeu o design da ponte entre a Rodolfo Freygang e a rua Chile :



Informe-se bem sobre o projeto e veja o erro histórico que está para ser cometido em nossa cidade !

Ainda há tempo ! Assine a petição virtual para a Prefeitura rever o projeto. Acesse em https://www.change.org/p/napole%C3%A3o-bernardes-ponte-no-lugar-certo-78e9faf2-ea33-41ad-a9d9-cceb8714d3b3

Abaixo o texto que compõe o abaixo-assinado e que explica de forma mais detalhada a petição :

Esta é uma petição contra a ponte Sul-Norte, a ser construída em Blumenau, na curva do rio Itajaí-Açu, local sensível do ponto de vista histórico, geológico, hidrológico. A falta de diversos documentos e estudos validando essa ponte tecnicamente chama atenção, bem como a falta de qualidade em sua arquitetura. Queremos que a cidade cresça de forma coerente e consciente, para que a cidade de amanhã seja melhor e mais bela que a de hoje.
Em 2002 iniciaram‐se os estudos para a definição do traçado para uma nova ponte no centro de Blumenau. Através de Instituto de Pesquisas e Planejamento Urbano de Blumenau (IPPUB) e considerando‐se malha viária, impactos ambientais, urbanísticos e históricos, definiu‐se a localização na rua Rodolfo Freygang, após análise de diversas opções pelo Conselho de Planejamento do IPPUB. Em 2003 foi incluído o traçado no plano diretor da cidade através da VP‐92. O então prefeito Décio Lima chegou a abrir licitação mas a obra não foi realizada, por falta de recursos.
Na segunda gestão de Kleinubing, já em 2011, o assunto volta à tona e é levado novamente à debate no órgão municipal responsável – COPLAN Conselho de Planejamento Urbano – e confirmada a sua localização, é incluído no Programa de Mobilidade do BID. É lançado então um concurso nacional para a escolha do melhor projeto para a ponte.
O Escritório de Arquitetura Estúdio América tem seu projeto selecionado entre 37 equipes de engenharia e arquitetura de todo o Brasil.
"O processo seletivo escolheu os melhores desenhos, segundo um júri técnico com profissionais convidados a apresentar contribuições ao projeto vencedor. Em seguida, os três melhores desenhos foram submetidos à avaliação de um JÚRI POPULAR FORMADO POR 19 ENTIDADES REPRESENTATIVAS DA SOCIEDADE (listadas abaixo), que definiram o primeiro colocado. O objetivo foi garantir que o resultado estivesse de acordo com os anseios da comunidade e proporcionasse identificação e compromisso com as obras.
1.‐ Associação Blumenauense Pró‐Ciclovias 
2.‐ Associação Catarinense de Preservação da Natureza 
3.‐ Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Medio Vale do Itajai 
4.‐ Associação de Micro e Pequenas Empresas de Blumenau 5.‐ Associação de Imprensa 
6.‐ Comissão dos Direitos dos Deficientes e Patologias do Vale do Itajai 
7.‐Fundação Municipal do Meio Ambiente 
8.‐Fundação Cultural de Blumenau 
9.‐ Secretaria Municipal de Turismo 
10.‐Secretaria Municipal de Obras 
11.‐ Serviço Autônomo Municipal de Transito e Transportes de Blumenau 
12.‐ União Blumenauense das Associações de Moradores 13.‐ Câmara dos Dirigentes Lojistas de Blumenau (CDL) 
14.‐ Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA) 15.‐ Associação Empresarial de Blumenau (ACIB) 
16.‐ Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB) 17.‐ Secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional ‐ Blumenau (SDR) 
18.‐ Sindicato da Industria da Construção Civil de Blumenau (SINDUSCON) 
19.‐ Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB)
Em 2012, em pleno calor das eleições, o então candidato a prefeito Napoleão Bernardes promete que, se eleito, mudaria a posição da nova ponte, ignorando assim, todos os estudos e investimentos até então realizados. Seguia o candidato conselho de seus marqueteiros? Conselheiros políticos? Define-se assim a localização de uma ponte em pleno século XXI?
Percebe‐se hoje com mais clareza que a busca por um diferencial na citada eleição o fez prometer algo pouco pensado previamente. Especialistas confirmam que o estrago urbanístico e paisagístico serão enormes e certos ao contrário dos benefícios de mobilidade, fortemente questionados e duvidosos.
Conheça um pouco do projeto imposto pelo Prefeito Napoleão Bernardes:
Com o novo projeto, quem estiver na rua República Argentina em sentido ao bairro Garcia, só poderá cruzar a nova ponte se estiver de ônibus. Pensem conosco, a Ponta Aguda, um bairro com apenas dez mil moradores, quantos efetivamente utilizam ônibus? Agora imaginem quantos dos que utilizam ônibus desejam ir para o Garcia? Alguma dúvida que metade desse investimento milionário ficará às moscas?
No sentido oposto, para quem deseja vir do Garcia para a Ponta Aguda, será liberada a passagem de veículos leves. Para seu acesso, no entanto, será necessária a instalação de um semáforo na rua Itajaí, bem como outros dois semáforos para cruzar o novo binário da Ponta Aguda, interferindo negativamente em três vias importantíssimas da região.
Sendo assim, a nova ponte, que custará R$ 40.000.000,00 (40 milhões), além de mostrar-se pouco eficaz, impactará direta e negativamente em outro investimento de R$ 20.000.000,00 (20 milhões) que será executado no bairro Ponta Aguda. Ou seja, serão investidos R$ 60.000.000,00 (60 milhões) do nosso bolso para uma melhora pouco significativa na fluidez do trânsito local.
Especialistas questionam também o efeito dos pilares no fluxo da água do rio Itajaí. A ponte da rua Rodolfo Freygang era suspensa, requisito do concurso de projeto, pois estudos indicavam que a existência de pilares numa nova ponte traria impactos como o aumento do nível de enchentes e a mudança na velocidade do fluxo do rio. A ponte proposta pela prefeitura cruza de maneira oblíqua uma curva acentuada do rio, local que a própria literatura sobre pontes e hidráulica considera complexo e recomenda evitar. Pelas imagens disponibilizadas pela prefeitura até o momento, nota-se uma quantidade elevada de pilares bastante robustos na curva do rio Itajaí-Açu. Conforme Jaime de Azevedo Gusmão Filho, em seu livro de 2008, Fundações de Pontes: Hidráulica e Geotécnica, "Os pilares são elementos essenciais em uma ponte. Como eles estão no caminho das águas, provocam turbilhão nos filetes da corrente. O movimento resultante deixa de ser laminar, muda de direção e como resultado provoca erosão do solo. A forma e posição dos pilares têm, pois, muita importância no projeto hidráulico." Não foi apresentado nenhum estudo hidrogeológico para avaliação do impacto destes pilares no curso das águas da ponte proposta, fato estranho em uma cidade que tem, a cada 2 anos, uma enchente de grandes proporções. Considerando a proximidade do Hospital Santo Antonio, nosso principal hospital regional, é certo que o que menos desejamos é vê-lo interditado no futuro. 
Não é apenas o estudo hidrogeológico que está faltando no material desta ponte. Faltam também o Estudo de Impacto de Vizinhança atualizado, o Estudo de Impacto Ambiental, pois os que estão sendo utilizados referem-se a um projeto antigo, que sofreu substanciais modificações. Pelo fato da alteração da dinâmica das águas atingir outros municípios ao longo do curso do rio Itajaí-Açu, a Fatma deveria ser acionada e responsável por conceder licença ambiental.
Devemos lembrar também que a Ordem de Serviço do Binário da Rua Chile foi assinada pelo prefeito Napoleão Bernardes no dia 17 de agosto de 2017, contratada por R$ 18.092.780,25. Seu sistema viário não está conectado com a Ponte da Rua Itajaí x Rua Paraguai cuja construção estamos tentando evitar. A ponte que não foi executada, da Rua Rodolfo Freygang e Rua Chile, faz parte desse binário e permitiria a saída do centro da cidade, a partir da Rua Sete de Setembro, na altura do Colégio Sagrada Família, até o Trevo do Sesi em pista dupla e sem semáforo. Por este motivo a Ponte que o prefeito quer executar não foi aprovada pelos técnicos isentos do BID e não foi incluída no seu financiamento!

Fortaleça o movimento e compartilhe com seus contatos essa petição. Vamos juntos mostrar a cidade que queremos. Por uma Blumenau pensada e planejada por profissionais e cidadãos.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Edifício mais alto do Brasil em fase de conclusão

Está em fase de conclusão a construção do atual edifício mais alto do Brasil, o Órion Business & Health Complex (http://orioncomplex.com.br/), na cidade de Goiânia (GO). Localizado na confluência das Avenidas Portugal e Mutirão, no Setor Marista, onde funcionava a Associação Médica do Estado de Goiás, este moderno e inovador complexo de negócios e saúde já está revolucionando o mercado imobiliário da capital.

Com a conclusão do pináculo em seu topo, ele atinge 183,43 metros de altura, ultrapassando o Millenium Palace localizado em Balneário Camboriú, que era o mais alto do Brasil de agosto de 2014 até início de 2017, com 177,30 metros de altura.

Abaixo fotos de Frank.GVC mostrando o estágio atual :




O Órion terá um reinado ainda mais curto do que o Millenium Palace, pois em Balneário Camboriú existem 5 edifícios em construção (2 deles já superaram os 50 pavimentos) que superarão os 200 metros de altura.

Dados do edifício :
Investimentos: 600 milhões de reais
Construtoras:Tropical Urbanismo, Artefato Engenharia, FR Incorporadora e Joule Engenharia
Área construída: 115 mil metros quadrados
Hospital: 100 leitos / 20 UTIs / 12 salas de cirurgia
Salas/ Consultórios: 350
Centro de diagnóstico: 1
Laboratório de análises clínicas: 1
Offices: 280
Hotel: 270 apartamentos
Centro de convenções: 1
Shopping: 60 lojas
Estacionamento: 1.400 vagas
Heliponto: 1
Elevadores: 28

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Stein Office - Centro

A Stein Empreendimentos Imobiliários lança em Blumenau na rua 7 de Setembro, ao lado do Colégio Sagrada Família e Hospital Santa Isabel, o Stein Office, com 14 pavimentos, 165 salas comerciais e 400 vagas de estacionamento. Possui também uma galeria com 16 lojas, ligando a rua 7 de setembro ao Hospital Santa Isabel.

Foto: divulgação Stein Arquitetura

Foto: divulgação Stein Arquitetura

Foto montagem do Stein Office inserido na paisagem de Blumenau.
Foto: divulgação Stein Arquitetura
Galeria de lojas ligando a rua 7 de setembro ao Hospital Santa Isabel
Foto: divulgação Stein Arquitetura

Hall de acesso. Foto: divulgação Stein Arquitetura

Sugestão de decoração de sala comercial. Foto: divulgação Stein Arquitetura

Pavimento térreo. Foto: divulgação Stein Arquitetura

Pavimento tipo. Foto: divulgação Stein Arquitetura

Ótimo empreendimento com salas comerciais no coração de Blumenau, com design sóbrio e moderno.
Todas as imagens aqui mostradas fora retiradas do site da Stein Arquitetura e são ilustrativas. Consulte o memorial descritivo para saber o que compõe o imóvel entregue.
Maiores informação junto à Stein Empreendimentos no telefone (47) 3144-7777 ou com a SHS Imóveis em seu site ou telefone (47) 3288-7750.

Bella Cyntra entrega Viareggio Residence

A Bella Cyntra Construções entregou no dia 10/08/2017 o Viareggio Residence, localizado na rua Jacó Brueckheimer, 375, bairro Velha. Possui 13 pavimentos com apartamentos de 3 e 2 dormitórios com 1 suíte e 2 coberturas duplex.


Parabéns aos proprietários !