segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Narcogalinha

Polícia colombiana confisca "narcogalinha" na fronteira com a Venezuela

Do Editor do UOL Tablóide

Às vezes, uma galinha é a penas uma galinha (percebeu o trocadilho, internauta?). Às vezes, uma galinha é uma mula.
A polícia colombiana confiscou uma galinha que continha pacotes de cocaína presos nas patas e nas asas. O que não foi exatamente uma novidade na região, que fica na fronteira com a Venezuela: um ano atrás foi encontrado um pavão misterioso com drogas no organismo.
Realmente, nem sempre um pavão é a penas (de novo o trocadilho!) um pavão!
A descoberta foi feita durante uma inspeção de rotina em um ônibus que passava perto de Tibú (cerca de 600 quilômetros ao nordeste de Bogotá).
Ao procurarem em um saco que continha várias galinhas, os policiais encontraram uma que tinha amarrada, nas patas, pacotes com 250 gramas pasta de cocaína, disse a polícia.
Ninguém foi preso durante a ação, já que o proprietário das aves desceu no veículo alguns metros antes da polícia abordá-lo.
A galinha e o pacote ficaram sob custódia da promotoria.Como sempre, a galinha a penas (!!!) pagou mais um pato!

Fonte: http://noticias.uol.com.br/tabloide/tabloideanas/2007/09/24/ult1594u1057.jhtm

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Gaúcho no avião

A aeromoça oferece bebida a um gaúcho que está sentado ao lado de um padre dentro de um avião.
O gaúcho (chique, lógico) pede uísque com gelo.
- O senhor quer o mesmo que ele, reverendo? , pergunta a aeromoça ao religioso.
O padre fica indignado:
- Prefiro ser agarrado selvagemente e estuprado por um negão do Pelourinho do que botar uma gota deste álcool na boca!
O gaúcho escuta e devolve o uísque a aeromoça dizendo:
- Desculpe... Eu não sabia que tinha outra opção... Também quero o negão...

Assaltantes brasileiros

ASSALTANTE BAIANO
Ô meu rei... ( pausa )
Isso é um assalto... ( longa pausa )
Levanta os braços, mas não se avexe não..( outra pausa )
Se num quiser nem precisa levantar, pra num ficar cansado ..
Vai passando a grana, bem devagarinho ( pausa pra pausa )
Num repara se o berro está sem bala, mas é pra não ficar muito pesado.
Não esquenta, meu irmãozinho, ( pausa )
Vou deixar teus documentos na encruzilhada .

ASSALTANTE MINEIRO
Ô sô, prestenção issé um assarto, uai.
Levantus braço e fica ketin quié mió procê.
Esse trem na minha mão tá chein de bala...
Mió passá logo os trocados que eu num tô bão hoje.
Vai andando, uai ! Tá esperando o quê, sô?!

ASSALTANTE CARIOCA
Aí, perdeu, mermão
Seguiiiinnte, bichoTu te fu. Isso é um assalto .
Passa a grana e levanta os braços rapá .
Não fica de caô que eu te passo o cerol....
Vai andando e se olhar pra tras vira presunto

ASSALTANTE PAULISTA
Pô, meu. Isso é um assalto, meu
Alevanta os braços, meu.
Passa a grana logo, meu
Mais rápido, meu, que eu ainda preciso pegar a bilheteria aberta pra comprar o ingresso do jogo do Corintian, meu .
Pô, se manda, meu

ASSALTANTE GAÚCHO
O gurí, ficas atento
Báh, isso é um assalto
Levanta os braços e te aquieta, tchê !
Não tentes nada e cuidado que esse facão corta uma barbaridade, tchê.
Passa as pilas prá cá ! E te manda a la cria, senão o quarenta e quatro fala.

ASSALTANTE DE BRASILIA
Querido povo brasileiro, estou aqui no horário nobre da TV para dizer que no final do mês, aumentaremos as seguintes tarifas: Energia, Água, Esgoto, Gás, Passagem de ônibus, Imposto de renda, Lincenciamento de veículos, Seguro Obrigatório, Gasolina, Álcool, IPTU, IPVA, IPI, ICMS, PIS, COFINS... e não vamos aumentar a CPMF... graças aos nossos esforços e economia, ela fica como está...

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Anões

Um grupo de anões decide jogar futebol.
Alugam um campinho na várzea e vão pra lá contentes e eufóricos...
Lá chegando, percebem que não existe vestiário e então, decidem vestir o uniforme no banheiro do boteco lá perto.
Todos entram e se dirigem para o fundo do bar, onde ficava o banheiro.
Chega um bêbado e pede uma garrafa de cachaça.
Após alguns minutos, passam pelo bêbado os jogadores anões, vestidos de azul.
O bêbado não entende nada, fica abobado, mas continua bebendo.
Em seguida, passam os anões de uniforme vermelho.
O bêbado chega pro dono do bar e diz:
-"Aí maluco, fica ligado que o pebolim tá fugindo."

Meia idade

Você sabe que está chegando à meia-idade quando tudo dói e o que não dói não funciona.
A gente chega à meia-idade quando fazer amor nos transforma num animal selvagem: uma preguiça.
Meia-idade é quando sua idade começa a aparecer na cintura!.
Na meia-idade você ainda sente vontade mas não lembra exatamente do quê.
Meia-idade é quando você sente vontade de se exercitar e deita pra esperar passar.
Meia-idade é quando seu médico lhe recomenda exercício ao ar-livre e você pega o carro e sai guiando com a janela aberta.
Na meia-idade, jantares a luz de velas não são mais românticos porque não se consegue ler o cardápio.
Meia-idade é quando um cara começa a apagar as luzes por economia e não para criar um clima com você.
Meia-idade é quando em vez de pentear os cabelos você começa a "arrumar" os que sobram.
Infância: época da vida em que fazemos caretas para o espelho.
Meia-idade: a época da vida em que o espelho se vinga.
Há três períodos na vida: infância, juventude e "você está com uma aparência esplêndida".
Está na meia-idade? Ânimo! O pior ainda está por vir!
Você sabe que está na meia-idade quando tudo aquilo que a Mãe Natureza te deu o Pai Tempo começa levar embora.
Meia-idade é quando paramos de criticar a geração mais velha e começamos a criticar a mais nova.
Meia-idade é quando sabemos todas as respostas e ninguém nos pergunta nada.
Meia-idade é quando: se alguém dá em cima de você no cinema é porque está atrás da pipoca.
Meia-idade: primeiro começa a esquecer os nomes, depois os rostos; depois, de fechar o zíper.

(Autor desconhecido)

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Mais do Renan

E diz que o Renan vai virar evangélico. Vai entrar pra Renancer. Renancer em Cristo! E quando ele sair em férias ele entra em vacância? E sabe o que quer dizer vácuo? A fazenda onde o Renan cria suas vácuas. Rarará!
Plutaria na Disneylândia! Diz que o Pluto saiu correndo para atacar criancinhas, mas a mãe de um deles, para evitar o ataque, conseguiu derrubar o Pluto no chão. Rarará!
E plutaria no Brasil! Corre na internet o convite para a reabertura do Bahamas. Com a apresentação do espetáculo "Em Terra de Putaria quem Tem um Puteiro é Rei!". Com a participação de Mônica Veloso e o grupo teatral CPI, Coma a Pizza Pronta.
Na ocasião, serão sorteados vários cargos, cartões de Bolsa Família e vários exemplares de "O Boi Laranja"! Esse é o best-seller do Renan: "O Boi Laranja"! O laranja nos deu uma banana!
E aí diz que a dona Marisa falou: "Queria tanto ir para um país exótico e desconhecido". "Então vamos para o Brasil." E aí eles voltaram.
Eles só param no Brasil pra escala técnica ou pouso de emergência!
Aliás, o problema não é o Lula viajar. O problema é ele voltar. E o Mercadante que votou em branco no caso Renan? Politico é engraçado, passa a vida pedindo pra votar nele e, na hora de votar, ele vota em branco! É mole? É mole, mas sobe! OU como diz o outro: é mole, mas chacoalha pra ver o que acontece!
E atenção! Cartilha do Lula. Mais um verbete pro óbvio lulante. "Vaquejada": festival de queijo das vacas do companheiro Renan. Rarará! O lulês é mais fácil que o inglês. Nóis sofre, mas nóis goza! Hoje, só amanhã! Rarará!

Fonte : Coluna do José Simão

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Meteorito


Queda de meteorito provoca cratera de 30 metros de diâmetro e seis de profundidade na região peruana de Puno, perto da fronteira com a Bolívia, no fim de semana
Putz, preciso ver se a apólice de seguro do carro cobre esse tipo de incidente.... eheheheheh

sexta-feira, 14 de setembro de 2007

José Simão e o Senado

Socuerro! O Renanscimento do Renan!

BUEMBA! BUEMBA! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República! Direto do País da PIZZA Pronta!
Abra-te, Sésamo! Quarenta senadores absolveram o Renan Babá! Tudo no Brasil é 40: 40 mensaleiros, 40 senadores e "40 bandidos assaltam empresa de segurança". Deve ser o mesmo grupo. Os mesmos 40!
E eu vou ficar sem escrever coluna por três dias: luto oficial. Não luto mais! Nem o Bin Laden consegue derrubar o Renan!
E o Bessinha revela a última declaração do Renan Avacalheiros: "Diga às empreiteiras, aos laranjas, às vacas e às pererecas que EU FICO!".
É o Dia do Fico: se é para o bem do bolso e da infelicidade geral da nação, diga ao povo que FICO! Vamos soltar o Beira-Mar e o Marcola!
E no Brasil tudo cai: cai botão, cai dentadura, cai avião. Só não cai senador! E eu sou tão trouxa que ainda duvidava do resultado. Sou um otimista. Sendo que otimista é um pessimista mal-informado. Rarará!
E sabe o que o Renan falou depois do resultado? Me traga uma "Playboy" que eu preciso relaxar. Rarará!
E Pérolas Políticas mostra as chamadas da nova "Playboi": "Mônica Veloso abre o caixa dois e mostra tudo". "Saúde, cem receitas com laranjas." "Aprenda com o Renan como dar três CPIs sem tirar de dentro!" Aliás, se é uma coisa que ele não sai mesmo é de dentro. E antes se falava dos políticos: "É tudo farinha do mesmo saco". Agora se diz: "É tudo esterco do mesmo pasto". É o Renanscimento!
Depois desse rebanho mágico do Renan, o Brasil virou uma RESpública. RESpública Esculhambativa do Brasil! Socuerro. Voy a mi matar. Pum! Pum! Pum! Rarará!
É mole? É mole, mas sobe! Ou como diz o outro: é mole, mas trisca pra ver o que acontece! Antitucanês Reloaded, a Missão. Continuo com a minha heróica e mesopotâmica campanha "Morte ao Tucanês".
Acabo de receber mais um exemplo irado de antitucanês. É que em Poções, na Bahia, tem um açougue chamado Casa de Carnes Renan Vaca Gorda! Esse não é açougueiro, é um profeta. Rarará.
Mais direto, impossível. Viva o antitucanês. Viva o Brasil.
E atenção! Cartilha do Lula Mais um verbete pro óbvio lulante. Hoje não tem. Por motivos óbvios!
O lulês é mais fácil que o inglês. Nóis sofre, mas nóis goza.
Hoje, só amanhã.
Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno.
E vai indo que eu não vou!

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Lula

O futuro do Brasil está nas mãos desse homem.

Direito, sempre Direito


Tecnologia

Hands-free africano é mais econômico

Os Maasai, grupo étnico do Quênia e Tanzânia, estão testando as maravilhas da tecnologia. As tribos, que vivem em pontos remotos e não tinham acesso ao celular, não precisam de fone de ouvido ou viva-voz por vantagens óbvias da cultura tribal.


Praticidade é isso aí !!!!