quarta-feira, 3 de junho de 2015

Centro de Blumenau ganha projeto de revitalização

Praça nos fundos da Fundação Cultural de Blumenau e Museu da Família Colonial.
Imagem: Junge Belli Arquitetura
O Centro de Blumenau ganhou mais um projeto de revitalização. Idealizado pelo Sindilojas, Sinduscon e Secovi, foi elaborado pelo escritório Jünge Belli Arquitetura, trabalho que durou um ano.

Em linhas gerais, o projeto propõe a criação/revitalização de três grandes áreas. Uma em toda a quadra onde está a prefeitura e o prédio antigo do Fórum, outra no Centro Histórico, integrando Biergarten, Mausoléu Dr. Blumenau, Fundação Cultural e Museu da Família Colonial – esse três últimos pelos fundos – e a terceira área junto ao jardim do Teatro Carlos Gomes nos terrenos onde estão o INSS, um prédio comercial e o estacionamento do Bom Jesus. Tudo seria transformado numa grande praça central.

Também prevê a criação de ruas mais atraentes nos bairros ao redor do Centro para caminhar e pedalar, arborizadas e com velocidade reduzida para veículos automotores. Max Hering, Nereu Ramos e Bolívia seriam as indicadas.

Centro morto
O projeto, que prevê inúmeras mudanças além das citadas, já foi entregue à prefeitura. Segundo o presidente do Sindilojas, Emílio Schramm, é um presente das entidades para o poder público.

O dirigente do comércio faz uma previsão pessimista. Para ele, se nada for feito para revitalizar o Centro da cidade, em cinco anos ele estará completamente abandonado.

Na noite de segunda-feira o projeto foi apresentado na Associação Empresarial de Blumenau (Acib) e outras entidades conhecerão o trabalho. A ideia é garantir pressão para que a prefeitura faça algo para tirar o Centro da cidade do marasmo.

Leia o texto completo no Blog do Pancho no link http://wp.clicrbs.com.br/pancho/2015/06/03/centro-de-blumenau-ganha-projeto-de-revitalizacao/?topo=52,2,18,,159,e159


Praça ao lado do Museu da Família Colonial (à direita) na rua das Palmeiras (Alameda Duque de Caxias). Imagem: Junge Belli Arquitetura

Praça central ao lado do Teatro Carlos Gomes, onde hoje estão o prédio do INSS, um prédio comercial e o estacionamento do Colégio Bom Jesus, terreno que pertence ao governo do Estado. Imagem: Junge Belli Arquitetura

Praça central ao lado do Teatro Carlos Gomes, onde hoje estão o prédio do INSS, um prédio comercial e o estacionamento do Colégio Bom Jesus, terreno que pertence ao governo do Estado. Imagem: Junge Belli Arquitetura

Praça onde hoje está o estacionamento do prédio do antigo Fórum. Imagem: Junge Belli Arquitetura

Praça central ao lado do Teatro Carlos Gomes, onde hoje estão o prédio do INSS, um prédio comercial e o estacionamento do Colégio Bom Jesus, terreno que pertence ao governo do Estado. Imagem: Junge Belli Arquitetura
Resumo da história : como é bom sonhar e ter bons projetos.

Um comentário:

MaGuHa disse...

Sonhar grande dá o mesmo trabalho que sonhar pequeno. Mas nesse caso, dificilmente virá realidade. Uma pena.