Balneário Camboriú terá prédio de 81 andares

Foto : Marcos Porto
Balneário Camboriú tem o condomínio residencial mais alto do país. No sábado, a Embraed entregou o Villa Serena (foto), gigante com 160 metros de altura e 46 pavimentos. São 164 apartamentos com preço médio de R$ 2 milhões. Cerca de metade já foi vendida. A maior parte para mato-grossenses e paranaenses, deixando claro que o mercado da construção civil do Litoral não tem restrições geográficas.
Daqui a alguns anos, o Villa Serena deve perder o título para o Infinity Coast, da concorrente FG Empreendimentos, que terá 240 metros e 60 andares, mas o empresário Rogério Rosa, da Embraed, já anunciou outro residencial maior ainda, com 307 metros de altura e 81 andares. Seria o mais alto do hemisfério sul.
Uma saudável competição para a economia e o marketing das empresas, mas será saudável para a qualidade de vida da cidade? Por mais que saibamos que esses empreendimentos nunca terão ocupação de 100%, já que a maioria só vem a passeio ou comprou para investir, dá uma certa aflição sobre como se comportará a dinâmica urbana e os serviços públicos, como o abastecimento de água na temporada.

Lição de empreendedorismo
Interessante observar que os empresários dessas duas potências da construção civil de Balneário Camboriú tiveram origem humilde na região. Rogério Rosa, da Embraed, vendia x-salada em Itajaí antes de se aventurar no setor dos tijolos e do concreto. Francisco Graciola, da FG Empreendimentos, era barbeiro aqui em Blumenau.
Apostaram no setor certo, na hora certa, no local certo.

Fonte: Blog do Pancho

Será que o lendário Edifício Manhattan sairá do papel na Barra Sul e terá mais de 300 metros ? Será que o novo Plano Diretor de BC permitirá essa altura ? São questões que serão respondidas em alguns anos. Fica declarada a guerra de altura entre FG e Embraed. 
BC é nossa cidade mais cosmopolita e definitivamente não tem medo de altura. Que esses projetos sejam aprovados e levem BC ao patamar de meca da construção civil da América Latina.
Fica a sugestão para Rogerio Rosa e Francisco Graciola lembrarem de suas origens e construir belos e altos prédios aqui em Blumenau também.

Um comentário:

Antônio disse...

Caro Charles!

Se para construir dois prédios de 35 andares em Blumenau, já foi um pau da goiaba...imagina construir prédios de 40, 50, ou 60 andares.... nem em sonho em Blumenau...os nativos e ambientalista não os permitiriam.