Novos arranha-céus em Balneário Camboriú

Mais um megaprojeto começa a tomar forma em Balneário Camboriú. O novo projeto Yachthouse Residence Club vai ser construído na Barra Sul, ao lado da Marina Tedesco.
Não tenho a altura oficial, mas as duas torres residenciais tem pelo menos 60 andares contando a grande base. Deve ultrapassar os 200 metros de altura.
A cidade já tem o projeto do edifício mais alto do Brasil, o Infinity Coast da construtora FG, que vai ser construído na Barra Norte, com 240 metros de altura. Além dele, mais dois projetos devem ser divulgados em breve, de 80 e 73 andares.
Para Balneário, o céu é o limite.

3 comentários:

Anônimo disse...

Construtora Pasqualotto de Itapema investindo alto em Balneário Camboriú http://www.yachthouse.com.br/

Elbair Lages disse...

É impressionante o patamar de desenvolvimento que tem alcançado o Estado de Santa Catarina! Não só em projetos de grandes edifícios, mas em diversas obras em várias áreas, vislumbra-se um futuro promissor. Seja na própria infraestrutura, com a duplicação de toda a BR 101, projetos de modernização das vias de fluxo rápido em Florianópolis, a chegada de uma grande montadora de automóveis, a agricultura, as empresas frigoríficas do ramo de aves e suínos com larga tradição no país. Enfim, um estado que esta "bombando". Enquanto isso, um pouco mais ao sul, a gauchada aqui, "engatinha atrás do básico". E muitas vezes nem isso consegue!... Prolifera-se por todas as cidades Planos Diretores que permitem apenas 5 ou 6 andares de altura máxima (excluindo Novo Hamburgo), não existe coleta de lixo seco (reciclável) eficiente, e além disso, só mesmo o que vimos é Prefeituras promoverem inúmeros Concursos Públicos em finais de ano, "para equilibrarem as finanças dos CC's", já alinhadas a certas empresas do ramo, e no final quase ninguém é admitido. Mesmo assim, não são feitas auditorias pelo Ministério Público. Se não é o Governo Federal, não há grandes projetos, pois a iniciativa privada nada faz. As prefeituras muito menos. Ainda por cima, somos "envenenados" por leite com formol, e arroz com altas doses de agrotóxicos proibidos oriundos da Argentina e Paraguai. Comprar pela internet algum produto de gaúchos, é um problemão! São os menos honestos... Ou seja, nem com o próprio povo somos bons...
Parabéns aos catarinenses! Tomara mesmo que todos estes projetos de grandes edifícios, juntamente com a inauguração da fábrica de "automóveis de verdade" (falo isso porque só conhecemos carroças), seja uma realidade. E que todas as obras de modernização continuem a passos largos. E que Santa Catarina continue "botando no bolso" o Rio Grande do Sul, como tem acontecido nos últimos anos.

Anônimo disse...

MAS NÃO ME FALEM TANTA BESTEIRA COM AS QUE ESTÃO NESSE BLOG ALINHADAS... NEM DE LONGE SC PASSA O PIB DO RS, SÓ A MARCOPOLO BOTA NO BOLSO MEIO ESTADO DE SC... BALNEÁRIO SÓ TEM PRÉDIOS...AS PRAIAS NO VERÃO FALTAM ÁGUA, LUZ A NOITE E O TRÂNSITO É UM CAOS...SÓ SOBREVIVI PORQUE NÓS GAÚCHOS E PAULISTAS GASTAM NO VERANEIO SEM ESTRUTURAS O DINHEIRO QUE GANHAMOS AQUI DURANTE O ANO...DE RESTO, NÃO É LÁ ESSA BOLA TODA NÃO SC...SOU MAIS ATLÂNTIDA COM PRAIAS HUMANIZADAS E CONDOMÍNIOS FECHADOS QUE SOMADOS OS VALORES DAS CASAS, BATEM METADE DE SC...
VAMOS BAIXAR A BOLA AÍ PESSOAL...
GAÚCHO DE POA!