quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Justiça no inferno

Lula tem uma crise cardíaca e morre!
Claro que ele aparece no Inferno, onde o Diabo o aguardava. O diabo diz a ele:
- Nem sei o que fazer com você. Evidente que você está na minha lista, porém não tenho mais lugar livre!
Depois de refletir por alguns minutos ele diz:
- Já sei o que vou fazer: tenho aqui três pessoas que não são tão ruins quanto você. Vou mandar uma delas pro Purgatório e você deverá ficar no lugar dela. Até vou lhe fazer um favor: você poderá escolher quem você deve substituir!
Lula acha até que a proposta não está tão ruim quanto ele esperava e concorda. O diabo abre a primeira porta. Lá dentro está o Collor numa piscina na qual ele nada sem parar, mas quando se aproxima da borda, a borda recua e Collor continua a nadar, nadar e nadar...
- Não, diz Lula. Sinto que não vou me dar bem: sou mau nadador e acho que não conseguiria fazer isso o dia todo!
O Diabo o leva ao segundo compartimento. José Dirceu está lá, com uma marreta enorme quebrando pedaços de uma pedra gigante.
- Não, diz Lula. Tenho um tremendo problema nos ombros e seria uma agonia perpétua se eu tivesse que quebrar pedras o tempo todo!
O Diabo abre a terceira porta. Lá dentro está Renan Calheiros deitado numa cama com pés e mãos amarrados. Debruçada sobre ele, Mônica Veloso faz o que ela melhor sabe fazer na vida: sexo oral!
Lula olha para aquela cena incrível durante um momento e diz:
- OK, fico com esse castigo!
O Diabo sorri e diz:
- OK, Mônica, pode ir para o Purgatório!

Nenhum comentário: