sexta-feira, 14 de setembro de 2007

José Simão e o Senado

Socuerro! O Renanscimento do Renan!

BUEMBA! BUEMBA! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República! Direto do País da PIZZA Pronta!
Abra-te, Sésamo! Quarenta senadores absolveram o Renan Babá! Tudo no Brasil é 40: 40 mensaleiros, 40 senadores e "40 bandidos assaltam empresa de segurança". Deve ser o mesmo grupo. Os mesmos 40!
E eu vou ficar sem escrever coluna por três dias: luto oficial. Não luto mais! Nem o Bin Laden consegue derrubar o Renan!
E o Bessinha revela a última declaração do Renan Avacalheiros: "Diga às empreiteiras, aos laranjas, às vacas e às pererecas que EU FICO!".
É o Dia do Fico: se é para o bem do bolso e da infelicidade geral da nação, diga ao povo que FICO! Vamos soltar o Beira-Mar e o Marcola!
E no Brasil tudo cai: cai botão, cai dentadura, cai avião. Só não cai senador! E eu sou tão trouxa que ainda duvidava do resultado. Sou um otimista. Sendo que otimista é um pessimista mal-informado. Rarará!
E sabe o que o Renan falou depois do resultado? Me traga uma "Playboy" que eu preciso relaxar. Rarará!
E Pérolas Políticas mostra as chamadas da nova "Playboi": "Mônica Veloso abre o caixa dois e mostra tudo". "Saúde, cem receitas com laranjas." "Aprenda com o Renan como dar três CPIs sem tirar de dentro!" Aliás, se é uma coisa que ele não sai mesmo é de dentro. E antes se falava dos políticos: "É tudo farinha do mesmo saco". Agora se diz: "É tudo esterco do mesmo pasto". É o Renanscimento!
Depois desse rebanho mágico do Renan, o Brasil virou uma RESpública. RESpública Esculhambativa do Brasil! Socuerro. Voy a mi matar. Pum! Pum! Pum! Rarará!
É mole? É mole, mas sobe! Ou como diz o outro: é mole, mas trisca pra ver o que acontece! Antitucanês Reloaded, a Missão. Continuo com a minha heróica e mesopotâmica campanha "Morte ao Tucanês".
Acabo de receber mais um exemplo irado de antitucanês. É que em Poções, na Bahia, tem um açougue chamado Casa de Carnes Renan Vaca Gorda! Esse não é açougueiro, é um profeta. Rarará.
Mais direto, impossível. Viva o antitucanês. Viva o Brasil.
E atenção! Cartilha do Lula Mais um verbete pro óbvio lulante. Hoje não tem. Por motivos óbvios!
O lulês é mais fácil que o inglês. Nóis sofre, mas nóis goza.
Hoje, só amanhã.
Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno.
E vai indo que eu não vou!

Nenhum comentário: