quarta-feira, 15 de agosto de 2007

O país da piada pronta

Bahamas! Algema só de sex shop!
Você pode ter um bordel, só não pode dizer que é um bordel. Senão vai em cana!

BUEMBA! BUEMBA! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República! Direto do País da Piada Pronta!
Prenderam o dono do Bahamas! Saindo pelos fundos! Justo ele, que incentivava a entrada pelos fundos!? Rarará!
E ele é a cara do Tio Chico da "Família Addams"! E prender dono de bordel só pode ser GOZAÇÃO! Só no Brasil mesmo: a zona aérea vira uma zona, acontece um acidente aéreo horrível e aí prendem o dono do puteiro. Sobrou pras quengas!
Você pode ter um bordel, só não pode dizer que aquilo é um bordel. Senão vai em cana! Moral de jegue, como dizem no Nordeste. Tradução: hipocrisia. Ou, como disse o outro: fecharam o Bahamas, agora São Paulo só tem 9.999 puteiros. E você vê como são as coisas: o Oscar Maroni tá preso porque faz tráfico de pessoas. E o Renan Cowlheiros tá solto porque faz tráfico de vaca. Rarará!
Soltem o Oscar! Dono do Bahamas pra dirigir o Congresso. O piranhal é o mesmo! E quando o Lalau tem depressão, tiram da cadeia e levam pra casa. E quando o dono do Bahamas tiver uma ereção? Direitos iguais: pro Lalau e pro bilau! E essa briga do ministro Nelson Jobim com a Anarc quanto ao tamanho da poltrona do avião? Só tem uma solução: troca o Nelson Jobim pelo Nelson Ned! Rarará! O Jobim tem 1,90 m. Deve viajar com as pernas pra fora do avião. Saindo pelas janelas. E eu viajei tão apertado, mas tão apertado, que a boca fica mordendo o joelho. Duas horas mordendo o joelho. E agora eu sei por que eles só servem barra de cereal e sanduíche. Pra comer na vertical. Se abrir os braços o cotovelo bate no olho do vizinho! Coqueiro Linhas Aéreas. Viaje como sardinha em lata!
E as bodas de ouro da CPMF? Que era pra saúde. E continua sendo: você tem que ter saúde em dobro pra pagar a CPMF. Contribuição pra se Manter na Fila! Rarará. É mole? É mole, mas sobe. Ou, como diz o outro: é mole, mas só sobe no Bahamas!
Antitucanês Reloaded, a Missão. Continuo com a minha heróica e mesopotâmica campanha "Morte ao Tucanês". Acabo de receber mais um exemplo irado de antitucanês. É que em Lajeado, Rio Grande do Sul, tem uma lanchonete chamada Morte Lenta! Rarará! Mais direto, impossível. Viva o antitucanês. Viva o Brasil!
E atenção! Cartilha do Lula. Mais um verbete pro óbvio lulante. Gafanhoto: companheiro Lula cometendo um monte de gafe. Rarará. O lulês é mais fácil que o inglês. Nóis sofre, mas nóis goza. Hoje, só amanhã. Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno!

Fonte: coluna do José Simão - Folha de São Paulo

Nenhum comentário: